sexta-feira, 7 de março de 2008

Resenha do Filme " Tróia"

Tróia

Geovana Alves de Freitas
[1]


A Guerra de Tróia é um dos acontecimento mais importantes e complexos da mitologia grega. Como todos os mitos gregos, a guerra de Tróia revela a luta do homem para existir ante a face dos deuses. Os deuses castigavam sem piedade os homens que ousassem desafiar seus poderes, ou se pensassem que seriam capazes de viver sem sua proteção. O principal motivo da Guerra de Tróia é o romance entre Helena rainha de Esparta, Filha de Zeus (deus grego) e da deusa Leda, com Páris filho do Rei Primo, que fogem de Esparta, deixando o rei Menelau, marido de Helena irritado, desejoso de vingançaiosoau fu Espartae fogem de Esparta, deixando o rei e Leda
Por volta do ano 3.200 a.C. o rei Agamenon, com o intuito de expandir seu território e fortificar seu poder, quer guerrear contra o rei de Tróia. No dia do combate, os dois reis chegam a um acordo de que somente dois homens, dos mais fortes, fariam o duelo, evitando o sangue de muitos guerreiros. Agamenon pede a Aquiles que lute contra o poderoso guerreiro troiano; e com facilidade, em apenas um golpe, Aquiles põe ao chão o poderoso soldado. Foi feito um acordo de paz entre os dois reinos, de Tróia e Esparta.
Depois de muito tempo, Páris, filho mais novo de Primo, rei de Tróia, foi em missão diplomática a Esparta. Enquanto estava lá, Páris se apaixonou por Helena, esposa do rei Menelau, irmão de Agamenon. Páris e Helena fugiram para Tróia. Melenau, desejoso de vingar o feitio do casal, pede a todos os antigos concorrentes, que o ajudem a trazer Helena de volta. A partir de então, colocaram-se a caminho, rumo ao reino de Tróia, e dá-se início a guerra.
A guerra de Tróia durou dez anos, com lutas violentas e grandes massacres.faz-se necessário citar o duelo ente Aquiles e Heitor, onde Aquiles vence a batalha e arrasta o corpo de Heitor em volta dos muros de Tróia como se fosse um troféu. Durante a noite o rei Primo, vai até Aquiles e pede que ele o devolva para que se possa fazer um funeral digno e é estabelecido 12 dias de luto. O rei Primo demonstra um profundo respeito pela pessoa humana, ele ensina a seus filhos ao valor da honra, do respeito e da dignidade. Esse profundo respeito pelo outro é manifestado no resgate do corpo de seu filho.
Quando o luto chegou ao fim, iniciaram a novamente a guerra. Apesar do grande esforço dos gregos, eles não conseguiam passar pelos fortificados muros de Tróia. Foi aí que decidiram colocar em prática a idéia de Ulisses, construir um cavalo de madeira, onde pudesse colocar no seu interios os melhores soldados. Assim aconteceu e entre os bravos guerreiros estava Aquiles, um semi-deus, filho de da deusa Tétis e do humano Peleu. Este cavalo foi abandonado na praia de Tróia, e ao perceber ausencia dos soldados, o rei de Tróia acreditou ser um presente dos deuses, e levou-o para interior dos muros. De madrugada, enquanto os troianos dormiam, os soldados inimigos invadiram suas casa, exterminados quase toda a população, matando seu rei, e colocando fogo na cidade. Porém, nesta batalha, Aquiles recebe uma flexada no calcanhar, disparada por Páris, causando a sua morte.
Podemos destacar no decorrer da história a pessoa do rei Primo, que demonstra ser uma pessoa integra e manifesta grandes valores como a honra e o respeito. Esse profundo respeito pelo outro percorre toda a história da filosofia, e é expresso no pensamento de muitos autores como o de Emmanuel Lévinas, pela alteridade, que significa a defesa do outro na sua infinita transcendência, promovendo sua dignidade, e só pode ser o percebido por meio da sensibilidade e não por meio da razão, só assim serei capaz de entrar em sintonia com ele e sentir com ele; a esse fenômeno de “sentir com” chamamos compaixão. Colocar-se no lugar dele, é sofrer seu sofrimento, participar de sua alegria, das conquistas, das lutas, dos fracassos. Essa compaixão levará a gestos de ternura, gestos livres e desinteressados, servir o outro sem esperar nada em troca. A gratuidade, não visa nada, doação que não espera recompensa, nem mesmo um agradecimento.
[1] Graduanda no Curso de Licenciatura em Filosofia na PUCPR.

3 comentários:

karol disse...

ADOREI ESSE RESUMO ME AJUDOU MUITO.

Jéssica Santiago disse...

gostei muito desse resumo deu para entender melhor o flime obrigado

natbucetagostosinha disse...

nossa muito obrigada antes o filme por ser mto comprido era complicado de entender mas agr cm esse resumo esta tdo mais claro muito obrigada